3 dicas para superar o bloqueio criativo ao produzir marketing de conteúdo

3 dicas para superar o bloqueio criativo ao produzir marketing de conteúdo

3 dicas para superar o bloqueio criativo ao produzir marketing de conteúdo

Atualizado em 10 de jan de 2018

Você já sabe que, no marketing online, uma das melhores formas de informar, se aproximar e não sair da memória do seu público é produzindo um conteúdo de qualidade. Segundo um levantamento da Hubspot, 60% dos profissionais de marketing dizem que a criação de conteúdo para blog é a principal prioridade do Inbound Marketing. Para o marketing de conteúdo, isso não é nem uma opção – é a própria essência da ferramenta. Mas e quando o bloqueio criativo te impede de acertar nessa criação?

O bloqueio criativo é um obstáculo muito comum na rotina de pessoas que trabalham com a criatividade. Começa assim: você senta pra começar a escrever e encara a tela do seu computador. E continua encarando. E encara um pouco mais. E aí, assim que percebe que não vai conseguir tirar nenhuma boa ideia do seu cérebro, você adia pra outra hora. E a procrastinação segue…

Blogs, mídias sociais, newsletters, conteúdos internos – tudo isso requer que você sente e faça de uma vez. A agilidade pode ser um dos fatores que ajudará sua empresa a se destacar entre os seus concorrentes.

Ou seja: nas vendas e no marketing, o bloqueio criativo pode empacar seus negócios. Como dar um fora nesse obstáculo e conseguir eficiência na produção?

Dica #1 – PENSE NA PERSONA

Antes de pular para as conclusões do que escrever, você precisa saber a motivação que vai te guiar. Uma ótima resposta para esse problema é observar quem te seguiria e veria seu negócio como uma fonte confiável – ou seja: para qual grupo, mesmo que seleto, você está produzindo conteúdo? Quando você descobrir isso, a produção ficará muito mais fácil. As pessoas compartilharão o que você escreveu, irão voltar para mais, e, completando o ciclo, comprarão seus produtos. Ter os olhos desse público específico na sua empresa é um dos mais valiosos bens que você pode ter. O truque aqui é que você pode atingir esse feito sem ter que escrever sobre seus produtos ou serviços – mas o assunto tem que ser interessante para a sua audiência. Se você fizer um bom trabalho pesquisando a fundo sobre sua buyer persona, você saberá o que eles amam e odeiam, sobre o que são curiosos, se eles viajam por lazer ou por negócios, se existe uma aura aventureira em suas almas, se são caseiros ou baladeiros, e muito mais. Crie conteúdo que cause identificação nas pessoas, mas não qualquer pessoa. Escreva para um leitor específico como se você fosse seu melhor amigo.

Dica #2 – OFEREÇA AJUDA PARA UM PROBLEMA COM DIREITO A FATOS E OPINIÕES

Você já sabe que não precisa escrever sobre seu negócio. Mas como relacionar um conteúdo a sua empresa, então? É aqui que entra a resolução de problemas: ajude o seu interlocutor em alguma complicação de sua vida. A chave é focar neles, não em você: fale sobre as melhores soluções pra determinada situação; coloque sua visão sobre isso. Não tenha medo de ser assertivo: sua empresa é a expert na qual eles confiam, então aja desta maneira! O resultado será um leitor informado, satisfeito e que, agora, conhece e lembra da sua empresa.

Dica #3 – ADICIONE RELEVÂNCIA A UM CONTEÚDO COMUM

Desmistifique ou derrube um mito comum sobre a área de sua expertise. Escreva uma avaliação sobre um ótimo livro que você leu ou um seminário que sua empresa participou, qual foi o impacto, como isso influenciou na sua maneira de fazer as coisas. Conduza uma entrevista com alguém interessante e a escreva num rápido formato de perguntas e respostas. Mencione um post de um blog popular do seu nicho e, para apimentar, tome uma posição contrária – com muito respeito ao autor, evidentemente. Compartilhe notícias da grande mídia que refletem no seu posicionamento e na sua missão como empresa de servir seus consumidores. Inspire-se! Mas não esqueça: seja informativo e coloque sua audiência para pensar. E, principalmente, incentive sua audiência a apreciar seu estilo e ponto de vista.

No final das contas, a maior dica que podemos dar é essa: seja original. Invente, faça coisas que não se veem por aí – isso gera destaque. Uma vez que seus leitores querem mais de seu conteúdo, será muito mais fácil produzir materiais de relevância e o bloqueio criativo sumirá. Seja um guia!

Pronto para parar de encarar a tela do computador? Se ainda não se sente confiante, contrate uma agência com especialização em marketing de conteúdo para te ajudar nesse desafio. Conheça mais sobre a Apex! 🙂