O que é Buyer Persona e por que ela é essencial para o Inbound Marketing?

O que é Buyer Persona e por que ela é essencial para o Inbound Marketing?

O que é Buyer Persona e por que ela é essencial para o Inbound Marketing?

Atualizado em 10 de jan de 2018

Você ainda não desenvolve uma buyer persona para as suas estratégias de marketing? Então precisa se apressar: trata-se de um caminho certeiro para impactar o público ideal para os seus objetivos e aumentar suas vendas. Segundo a Content Trends 2017, 76,1% das empresas apontam que produzir conteúdos que engajem o público é o principal desafio que enfrentam.

A ideia de buyer persona é essencial para o funcionamento do Inbound Marketing, a tendência mais eficiente da publicidade atual para trazer um público legitimamente interessado nos seus produtos até o estágio da decisão de compra.

Com uma estratégia competente, você consegue atrair as pessoas certas e maximizar seu potencial de conversão. No post de hoje, veja como esses conceitos podem ser aplicados à sua empresa!

O que é uma buyer persona?

Por muito tempo, as estratégias de marketing foram criadas tendo como alvo um público estruturado desta forma: homens, de 25 a 34 anos, casados.

Em alguns casos, existia um ou outro elemento mais específico, mas a base era esta. Só que, com o passar dos anos, as pessoas foram se tornando mais exigentes e a publicidade precisou mudar para um modelo mais eficiente.

É neste contexto que surgiu o conceito de buyer persona. Trabalhando desta forma, você passaria a direcionar sua estratégia não para aquela fatia de público destacada acima, mas sim para o Cláudio, de 30 anos, que casou e tem dificuldades para conciliar o cuidado com o bebê junto com o trabalho. Viu só como esta pessoa é muito mais concreta?

Para que serve uma buyer persona?

A principal diferença de uma buyer persona para uma fatia de público-alvo convencional é o quão ela é específica. Trata-se de um personagem fictício com personalidade, desejos, medos e um cotidiano bem definido. Todas estas informações são muito valiosas para você conseguir desenvolver uma estratégia que satisfaça estas pessoas.

Ainda seguindo o exemplo do Cláudio, a sua campanha possui um foco muito mais concreto para trabalhar: sabe que ele tem dificuldades para conciliar a vida familiar e profissional.

Para atingi-lo com eficiência, você precisa desenvolver formas de resolver os problemas dele, fazendo com que ele se aproxime cada vez mais da etapa da decisão de compra. Este é o objetivo principal do Inbound Marketing.

Como criar uma buyer persona?

O ponto mais importante durante a criação de uma buyer persona é este: baseie-se em dados concretos. Não as crie a partir de suposições ou uma versão idealizada que você tenha sobre seu público-alvo. Uma buyer persona somente vai trazer os benefícios que o seu planejamento precisa se corresponder à realidade.

Para que a “descoberta” da sua buyer persona seja feita, vale a pena realizar entrevistas com clientes, fazer pesquisas, resgatar dados de levantamentos anteriores e analisar informações do seu mercado. Estes caminhos são mais do que suficientes para você ter uma amostra fiel da sua audiência em mãos.

Vamos começar?

Pensar primariamente na buyer persona ao desenvolver o seu plano de marketing é essencial para trabalhar com foco em conversão. Não faz sentido tentar atrair o máximo de público possível: você precisa direcionar seus esforços para as pessoas certas, que têm potencial para se interessarem pelo seu produto. Para isso, vale a pena implementar o Inbound Marketing na sua empresa.

Ficou na dúvida de como uma buyer persona eventualmente se transforma em cliente? É aí que está o segredo do funil de vendas: saiba mais sobre ele neste post aqui do blog!
[mc4wp_form id=”678″]