Como achar boas histórias em sua própria empresa

Como achar boas histórias em sua própria empresa

Como achar boas histórias em sua própria empresa

A narrativa de histórias a partir de dados e fatos dentro da própria empresa é uma das melhores ferramentas para profissionais de marketing de conteúdo. Um negócio é cheio de histórias: o ideal do fundador, o esforço dos primeiros colaboradores, os desafios do crescimento, um personagem simbólico. Algum destes pontos ou outros que você encontra em uma boa pesquisa interna podem gerar conteúdos profundos e mais relevantes. Aprenda, nesse blog, como achar boas histórias dentro da sua empresa.

Mas quem vai querer saber minhas histórias?

Essa é a primeira dúvida que surge quando se busca abordar fatos íntimos de uma empresa. Quem vai se interessar por um assunto tão particular e, muitas vezes, localizados em um tempo passado. Porém, existem algumas razões para se buscar este tipo de conteúdo.

  • Humanização: em um mercado de produção conteúdo frenético como o atual, na maioria das vezes os redatores dos textos têm pouco ou nenhum contato com a marca ou empresa que escrevem. Isso cria uma pasteurização de conteúdo em que um mesmo texto ou infográfico pode ser usado por uma padaria ou startup de economia solidária. Isso funcionou durante algum tempo para marcas que davam seus primeiros passos no marketing de conteúdo mas tem funcionado cada vez menos. A realidade cobra mais sinceridade das marcas e isso passa pela humanização de sua história. Colocar rostos, histórias, problemas e superações são o novo diferencial da comunicação.
  • Reforçar atributos: o que podemos compilar de nossa experiência com a busca de histórias dentro das organizações é que ao se valorizar pontos-chave de uma empresa, cria-se um clima positivo de resgate dos atributos. Funcionários passam a saber histórias desconhecidas, reforça-se a cultura e diferenciais da empresa.

Por onde começar?

Pelos fundadores e sócios. São eles que, provavelmente, encarnam as características da empresa mais do que todos. A dica aqui é não se limitar apenas a história da pessoa dentro da empresas em questão. Muitas vezes, uma experiência anterior pode trazer mais símbolos e ser mais rica de apelos.

Outras fontes interessantes de histórias

Um tema que tem grande apelo e normalmente rende boas histórias é a criação do nome e logo da empresa. Quem definiu? Como foi o processo de criação? O que quer dizer? Esses são perguntas básicas que podem revelar temas interessantes para o público geral.

Identificar um consumidor do serviço ou do produto da empresa pesquisada também é outro grande gerador de conteúdo. Entender a história por trás da compra, as preferências e gostos de um personagem específico aproxima a companhia de seu público.

Cuidados a tomar

Não force a barra para fazer render uma história onde ela é fraca de apelo. Se o fundador não tem lá uma grande história, se o serviço gera antipatia, não adianta forçar. A história tem que ser natural, como fosse uma novidade contada em uma mesa de bar. Marcas que não tinham lá muito a contar e quiseram forçar a barra com histórias (vide Diletto e sucos Do Bem) tiveram crises severas de imagem.

Com o tempo, o mindset de encontrar histórias dentro da própria empresa irá trazer novas oportunidades de conteúdo profundo, valioso e que diferencia sua empresa no oceano de conteúdos superficiais disponíveis.

Boa pesquisa e boas histórias.